Força de Trabalho em Saúde no Brasil

A força de trabalho em saúde é composta por trabalhadores provenientes de um amplo leque de ocupações e profissões que podem ser: (i) trabalhadores com formação ou capacitação prática específica para o trabalho em saúde, como é o caso de médicos, cirurgiões-dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, parteiras etc; (ii) outros trabalhadores da saúde, como pessoal administrativo, gestão, tecnologia da informação, recepção, limpeza, transporte, manutenção de equipamentos etc., que atuam tanto em estabelecimentos de prestação de serviços de saúde quanto nas atividades indiretas; (iii) trabalhadores em profissões e ocupações de saúde que prestam assistência em outros setores de atividade econômica fora do setor saúde; (iv) pessoas que estão procurando trabalho nas atividades de prestação de serviço e indiretas da saúde (desocupados, pessoas em recolocação no mercado de trabalho e pessoas não ocupadas com formação na área). 

Força de trabalho em saúde no Brasil:

Diagrama

Descrição gerada automaticamente

Fonte: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) do IBGE do 2º Trimestre de 2022.